sexta-feira, 1 de junho de 2018

Cenário atual dos combustíveis é ‘irresponsável’, diz Sindipetro

A punição aos postos de gasolina que não baixarem preços do diesel a partir desta segunda-feira (4) e a política de preços da Petrobras foram alvos de críticas por parte do presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado da Paraíba (Sindipetro-PB), Omar Hamad, que considera o atual cenário como ‘irresponsável’.

“Essa política de dolarização acho equivocada. Você tem que ter um equilíbrio entre o custo dos impostos e a dolarização. Pegamos petróleo alto, dólar alto e imposto alto. Então, a conta para o consumidor está ficando fora do padrão e da renda per capita do brasileiro, já que o litro do combustível em alguns estados passa de R$ 5”, afirmou Omar.

Na entrevista, que pode ser vista no vídeo acima, Omar Hamad também falou sobre a greve dos caminhoneiros e o impacto dela para os postos de combustível e sobre o cálculo para o valor cobrado no litro da gasolina, onde, conforme ele, os postos ficam com apenas 8% de lucro em cada litro vendido.

Preço do diesel cai nesta segunda

Nesta sexta, a Petrobras anunciou que o valor do litro de óleo diesel vai ser diminuído nas bombas dos postos a partir desta segunda.

Em meio a isso, o presidente da Petrobras, Pedro Parente, pediu demissão do cargo na manhã desta sexta logo após a empresa reduzir em mais R$ 0,07 o valor do diesel.
Share:

Balanço Geral - Correio FM 98.1

Confira os principais destaques do dia!

Escute reportagem especial

Curta nosso trabalho no facebook

Mais notícias