quinta-feira, 14 de junho de 2018

Dentista e vendedor são presos suspeitos de estuprar enteada e filha

Dois homens foram presos, entre a noite dessa quarta-feira (13) e a manhã desta quinta-feira (14), suspeitos de estupros. Um deles, um dentista de 59 anos, é suspeito de estuprar a enteada. O outro homem, um vendedor de 48 anos, é suspeito de estuprar a própria filha.

A primeira prisão aconteceu na noite dessa terça, no município de Cajazeiras, Sertão paraibano, a 487 quilômetros de João Pessoa, quando a Polícia Civil conseguiu localizar e prender o dentista. Ao Portal Correio, o delegado Glauber Fontes contou os estupros contra a jovem ocorreram entre os anos de 2002 e 2005, quando ela tinha 14 anos.

“Ele tinha um mandado de prisão em aberto, mas esteve esse tempo todo foragido da Justiça. Soubemos que ele poderia estar em Cajazeiras e ontem os policiais conseguiram localizá-lo em um restaurante e o prenderam”, afirmou o delegado.

Preso, o dentista foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil e deverá ser transferido para o Batalhão de Polícia Militar em Patos, onde permanecerá preso, já que possuí formação em ensino superior.

São Mamede

Já em São Mamede, município do Sertão do estado, a 295 quilômetros de João Pessoa, um vendedor de peixes foi preso nesta quinta suspeito de estuprar a filha, atualmente com 13 anos, desde os nove anos de idade dela.

Segundo a Companhia da PM em Santa Luzia, o crime foi descoberto após a vítima relatar os abusos a uma amiga e, posteriormente, para a mãe. O homem foi encontrado no Centro de São Mamede e encaminhado a Polícia Civil.

Ainda segundo a PM, o suspeito irá permanecer preso até passar por audiência de custódia, que decidirá se ele vai responder ao processo em liberdade ou preso.
Share:

Escute reportagem especial

Curta nosso trabalho no facebook

Mais notícias