sexta-feira, 1 de junho de 2018

Venda de gás levará oito dias para voltar ao normal, prevê Sindicato

Apesar de dois carregamentos de gás de cozinha chegarem à Paraíba após o fim da greve dos caminhoneiros, a  população paraibana ainda continua com dificuldades para conseguir o produto na maioria dos pontos de revendas no Estado.

O  último carregamento chegou na noite desta quinta-feira (31) vindo do Porto de Suape, em Pernambuco, mas rapidamente os botijões estão sendo vendidos nos postos de distribuição.

Um depósito de João Pessoa levou apenas 2h30 para negociar com os clientes os 300 botijões recebidos do segundo carregamento de gás logo após o produto ser descarregado.

O presidente do Sindicato dos Revendedores de Gás da Paraíba (Sinregas), Marco Antônio, acredita que o abastecimento deverá levar cerca de oito dias para se normalizar, caso não aconteça nenhum outro problema de paralisação.

“Se tudo correr bem, uns oito dias para tudo voltar ao normal”, afirmou.

De acordo com ele, outros caminhões com gás deverão chegar ao  Estado no início da noite desta sexta-feira (1).

MaisPB com LF 

Share:

Balanço Geral - Correio FM 98.1

Confira os principais destaques do dia!

Escute reportagem especial

Curta nosso trabalho no facebook

Mais notícias