quinta-feira, 19 de julho de 2018

Polícia mira despachantes e esquema de corrupção no Detran-PB

Um esquema montado para fraudes na emissão de Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos com a alteração da informação de pagamento do IPVA no sistema do Departamento de Trânsito da Paraíba foi alvo de uma operação da Polícia Civil nesta quinta-feira (19), em João Pessoa.

A operação ‘Corruptela’ envolveu 11 delegados, 50 policiais para cumprir 10 mandados de busca e apreensão, além de mandados de prisão preventiva nos escritórios dos investigados, que são despachantes. Eles são suspeitos de corrupção e apropriação indébita, já que, conforme a investigação ficariam com o dinheiro oriundo do pagamento do IPVA.

As informações foram repassadas pela Corregedoria do Detran à Delegacia de Crimes Contra a Ordem Tributária. As investigações realizadas pela Delegacia demonstram que no período entre 2013 a 2016, centenas de documentos foram emitidos nessa mesma situação, razão pela qual apontam também para o envolvimento de funcionários com atuação no Detran, levando em consideração que sem eles não seria possível a emissão do CRLV original.

O crime sobre o qual pesam indícios contra os investigados são: peculato, inserção de dados falsos em sistema de informações, modificação ou alteração não autorizada de sistema de informações, corrupção passiva, prevaricação, tráfico de influência, corrupção ativa e apropriação indébita. As penas somadas, podem chegar a 22 anos de reclusão.

MaisPB
Share:

Balanço Geral - Correio FM 98.1

Confira os principais destaques do dia!

Escute reportagem especial

Curta nosso trabalho no facebook

Mais notícias