terça-feira, 17 de julho de 2018

Procurador de CG critica Trauma e chama casos de 'pseudo-agulhadas'

A Procuradoria-Geral de Campina Grande enviou ao Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) pedido para que sejam investigados os casos de ataques com agulhas que teriam ocorrido no Parque do Povo no Maior São João do Mundo. O procurador-geral do Município chamou o caso de “pseudo-agulhadas” e “fato esquisito” e criticou a forma como o Hospital de Trauma de Campina divulgou as ocorrências.

O Maior São João do Mundo ocorreu de 8 de junho a 8 de julho e terminou com 61 atendimentos identificados como agressões com objetos perfurantes semelhantes à agulha, contabilizados pelo Hospital de Trauma da cidade.

O procurador José Mariz Fernandes afirmou que as supostas vítimas não procuraram postos de saúde e da polícia dentro do Parque do Povo, nem unidades hospitalares mais próximas que o Trauma para buscar ajuda. Em outras palavras, ele também questionou os depoimentos prestados por essas pessoas na delegacia, deixando a entender que não teriam consistência suficiente para determinar as ocorrências.

Segundo o procurador, a repercussão foi nacional, causou pânico e afastou público do Parque do Povo. “A festa é do povo, não é de políticos”, disse ele.

O diretor do Hospital de Trauma de Campina Grande Geraldo Medeiros disse ao Portal Correio que não vai comentar as afirmações da Procuradoria-Geral do Município. “Trata-se de um caso de saúde pública e policial”, disse ele. “O Trauma trabalha apenas para atender aos pacientes que o procuram”, finalizou.

Todo o material que trata dos ataques com agulhas foi enviado ao Gaeco, incluindo imagens das 140 câmeras de segurança em HD do Parque do Povo, as quais já foram analisadas pela Polícia Militar e Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP), que não encontraram nenhum caso com agulhada.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.
Share:

Balanço Geral - Correio FM 98.1

Confira os principais destaques do dia!

Escute reportagem especial

Curta nosso trabalho no facebook

Mais notícias