sexta-feira, 3 de agosto de 2018

Progressistas fecham com Lucélio e João Azevêdo deve anunciar vice nesta sexta-feira

O mistério sobre a composição das chapas de João Azevêdo (PSB) e de Lucélio Cartaxo (PV) terá fim nesta sexta-feira (3). Faltando apenas dois dias para o fim do prazo das convenções partidárias, as últimas vagas no andar de cima das chapas deverão ser preenchidas. Como o previsto, a deputada estadual Daniella Ribeiro (PP) vai disputar o Senado na chapa de Lucélio. A reunião que serviu para bater o martelo foi até tarde nesta quinta-feira. Já a vaga de vice de João poderá ficar com o DEM de Efraim Moraes ou o PDT de Lígia Feliciano. Esta última dobradinha, vale ressaltar, é a que vigora até agora no governo. A pedetista, que se lançou como pré-candidata ao governo, é vice de Ricardo Coutinho (PSB). Caso o nome dela seja escolhido, haverá uma campanha para governo a menos na rua.

O caso do Progressistas é emblemático. O partido foi a noiva na disputa por vários meses. Apesar de se situar na base oposicionista, inclusive com o vice de Romero Rodrigues (PSDB), em Campina Grande, Enivaldo Ribeiro, a sigla namorou todas as candidaturas. Foi cortejada por Lucélio, por João Azevêdo e ainda por José Maranhão (MDB). Nas idas e vindas, houve até reunião com o governador Ricardo Coutinho, um antigo adversário. Mais recentemente, no entanto, o movimento foi todo em direção a Lucélio Cartaxo. As indefinições sobre as composições na chapa motivaram a demora pelo anúncio do destino. Apesar disso, desde a semana passada, a mudança de ares deixou de ser considerada pelos aliados de Ricardo. Haverá coletiva nesta sexta-feira às 11h30, no Hotel Nord Luxxor Sapucaia.

O pré-candidato João Azevêdo tem feito mistérios ainda sobre a vaga de vice. Nesta quinta-feira (2), durante ato administrativo em Campina Grande, o governador falou do perfil do ocupante da vaga. Deixou claro que o nome não vai ser buscado na oposição. “Nós estamos buscando apresentar a Paraíba uma chapa que tenha três coisas fundamentais: decência na política e eficiência. E somando estas duas coisas têm que ter dignidade. João Azevedo, Veneziano Vital do Rêgo (candidato a senador) e Luiz Couto (candidato a senador) dialogam diretamente com estas três coisas. Nós vamos escolher o vice, dentro dos partidos que estão querendo estas coisas”, afirmou o governador.

A vaga de vice na chapa de João Azevêdo é cobrada pelo DEM. O partido lembra que está na composição desde 2010 e que a sigla agrega o Sertão do Estado na chapa, que tem João Azevêdo e Luiz Couto de João Pessoa e Veneziano de Campina Grande. O nome indicado pela sigla é o de Efraim Moraes. Outro nome que surge como possibilidade é o de Lígia Feliciano, atual vice de Ricardo. Nesta quinta-feira, Efraim se reuniu com Hugo Motta (PRB) e Wilson Santiago (PTB) para fazer contas sobre as composições proporcionais. Os três estão na base aliada de Ricardo, mas podem migrar dependendo dos cenários eleitorais para este ano. A chapa de José Maranhão (MDB) ainda não foi formada. Apenas Bruno Roberto (PR) foi definido na vice.

Share:

Balanço Geral - Correio FM 98.1

Confira os principais destaques do dia!

Escute reportagem especial

Curta nosso trabalho no facebook

Mais notícias