Projeto arrecada material escolar para crianças carentes

O projeto social ‘Muda Pedregal’, que acontece no bairro do Pedregal, Zona Oeste de Campina Grande, criou uma campanha de arrecadação de material escolar para ajudar crianças carentes e incentivar os alunos a permanecerem na escola.
Todo o material arrecadado será distribuído entre estudantes do bairro. A campanha vai até o dia 1º de fevereiro, visto que as aulas do município de Campina Grande têm início no dia 10 de fevereiro.
Segundo Rafaela Costa, uma das coordenadoras do projeto, a campanha teve início após observarem a taxa de evasão dos alunos nas salas de aula. A resposta da comunidade tem sido positiva e o Muda Pedregal vêm crescendo com esse incentivo.
Serão entregues kits completos com cadernos, lápis, canetas, borrachas, lapiseiras, colas, mochilas, entre outros materiais básicos, na semana que antecede o início das aulas.
As doações podem ser entregues na Escola Manoel da Costa Cirne, no bairro do Pedregal, na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), ou no Terminal de Integração, no Centro. Quem não mora em Campina Grande, também pode colaborar. É possível ajudar depositando dinheiro na conta do projeto, quantia que será usada para completar os kits. Mais informações estão nas redes sociais ou no site do Projeto Muda Pedregal.

Projeto foca em crianças carentes

Com o objetivo de incentivar a educação, o pensamento crítico e sociopolítico dos moradores da comunidade por meio de atividades socioeducacionais, o Muda Pedregal existe há um ano e foi criado pelas estudantes e moradoras do bairro, Débora Almeida e Rafaela Costa.
Duas seleções são abertas durante o ano para quem deseja colaborar e se inscrever como voluntário. “Com 27 voluntários, uma das maiores dificuldades encontradas é a falta de incentivo financeiro para custear as nossas atividades”, disse a coordenadora Rafaela.
Voltadas para toda a comunidade, as ações sociais promovem um dia com profissionais de saúde, estética e bem estar, aula de dança e exercícios para a terceira idade. Enquanto o Cine Clube, recebe um público mais infantil, entre 3 a 14 anos, com uma média de 80 crianças por sessão.
De maneira geral, a ideia busca uma ampla convivência comunitária por meio de atividades integradas e complementares ao desenvolvimento cultural, educacional e psicossocial das crianças, dos adolescentes e da comunidade de uma maneira geral.
Portal Correio
Reactions