Notícia da hora

terça-feira, 13 de junho de 2017

Mais condenações na Lava Jato, decide Sérgio Moro

O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral foi condenado nesta terça-feira (13) a 14 anos e 2 meses de prisão pelo juiz Sergio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba.

A sentença foi proferida pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro em processo a que ele responde no âmbito da Operação Lava Jato.

“O crime insere-se em um contexto mais amplo, revelado nestes mesmos autos, da cobrança sistemática pelo ex-governador e seu grupo de um percentual de propina incidente sobre toda obra pública no Estado do Rio de Janeiro”, diz Moro na sentença.

Foto: Agência Senado



O juiz determinou, ainda, que Cabral terá de responder preso caso decida recorrer da decisão em primeira instância.

A progressão de regime, segundo o despacho, só deve acontecer após a devolução das vantagens indevidas recebidas.

Também foram condenados o então secretário do governo Cabral Wilson Carlos Carvalho e o sócio do ex-governador, Carlos Emanuel Miranda.

Moro absolveu a esposa de Cabral, Adriana Ancelmo, por falta de provas de autoria e participação nos crimes.

Mônica Carvalho, esposa de Wilson Carlos, foi absolvida pela mesma razão
Share:

Curta Prefeitura de Assunção

Dicas de Saúde

O Brasil é destaque aqui