sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Bruno não descarta deixar o PSDB: “Depende de como o partido vai se comportar daqui por diante”

Diante da conjuntura política nacional, o deputado estadual Bruno Cunha Lima (PSDB) não descarta a possibilidade de deixar o PSDB. Embora garanta que não tem a pretensão de sair da legenda, o parlamentar disse em entrevista ao Blog do Gordinho que não tem compromisso com o erro e que tudo vai depender de como o partido vai se comportar daqui por diante.

“Da forma como está, ninguém consegue enxergar um palmo na frende do nariz. A gente não sabe como as coisas vão acontecer daqui a uma semana. Eu, particularmente, sou de uma geração que não tem compromisso com o erro. Não posso ter compromisso com erro. Sou egresso da política estudantil”, disse Bruno.

O parlamentar lembrou a repercussão em torno das declarações da deputada Camila Toscano, em maio deste ano, quando disse que deixaria o PSDB se o senador Aécio Neves permanecesse e a defendeu: “Não faz parte das minhas pretensões sair, mas tudo vai depender obviamente de como o partido vai se comportar daqui por diante. A deputada Camila Toscano deu declarações que repercutiram meses atrás quando instauraram o processo contra Aécio, aí é o seguinte, todo mundo tem que fazer a sua análise pessoal, antes de fazer uma análise conjuntural”.

Uma pesquisa recente encomendada pelo PSDB mostrou que 75% dos brasileiros não acreditam que o próximo presidente será um tucano. Análise das interações nas redes sociais ainda mostrou que 98% das menções ao PSDB são negativas e que o partido é o que mais perde engajamento em plataformas como o Facebook e o Twitter.
Share:

São Vicente do Seridó firma parceria com a UFCG

Curta nosso trabalho no facebook

Mais notícias