segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Caso suspeito de febre amarela está sendo investigado em João Pessoa

Um caso suspeito de febre amarela está sendo investigado em João Pessoa. A vítima é um rapaz da cidade que foi internado no Hospital Universitário Lauro Wanderley e que viajou recentemente para São Paulo, zona endêmica da doença.

A informação foi divulgada na manhã desta segunda-feira (29) pelo secretário de saúde de João Pessoa, Adalberto Fulgêncio.

O jovem com suspeita de febre amarela está no setor de Doenças Infecto Parasitárias (DIP) do HULW passando por exames, mas a unidade hospitalar informou que o diagnóstico ainda não foi confirmado.

Amostras do sangue do paciente foram coletadas e enviadas para um laboratório em Belém, onde será realizado o diagnóstico preciso.

A Secretaria Municipal de Saúde divulgou que o rapaz estuda em São Paulo e viajou para a zona endêmica um pouco antes do Natal do ano passado e não se imunizou contra a febre amarela. Ele voltou cerca de um mês depois, sentiu-se mal e procurou a UPA com sintomas muito semelhantes aos da dengue.

O secretário de Saúde de João Pessoa disse que a Vigilância Ambiental já identificou o local onde o rapaz mora e está fazendo vistorias para procurar focos de Aedes aegypti.

O Ministério da Saúde reforça a orientação de vacinação contra a febre amarela para todos os viajantes que irão visitar alguma área de recomendação de vacina.

Para garantir a proteção, a dose deve ser aplicada com, pelo menos, 10 dias de antecedência à viagem, tempo necessário para o organismo produzir os anticorpos contra a doença.

Integram a Área com Recomendação de Vacinação cidades de 20 estados e o Distrito Federal. Para quem vai se deslocar no período do Carnaval para uma dessas áreas, a recomendação é buscar a imunização até o fim de janeiro.


Share:

Escute reportagem especial

Extra

Maranhão se diz disposto a unir Oposição

Curta nosso trabalho no facebook

Mais notícias