quarta-feira, 12 de setembro de 2018

Policial feminina é morta a tiros e ex-companheiro é suspeito de feminicídio

A policial feminina paraibana Aline Ribeiro de Araújo, de 31 anos, foi assassinada a tiros, na madrugada dessa terça-feira (11), na casa onde morava na cidade de Tuparetama, Sertão de Pernambuco. Ela era soldado da Polícia Militar daquele estado, lotada no 23º Batalhão.

Em nota, a Polícia Militar de Pernambuco lamentou a morte de Aline. Segundo o comunicado, a soldado foi atingida por dois tiros –  provavelmente disparados com a arma de fogo da própria vítima.

Feminicídio é principal suspeita

Apesar de o celular e a arma terem sido levados pelo atirador, a possibilidade de latrocínio está praticamente descartada. “A principal linha de investigação é que o crime tenha sido praticado pelo ex-companheiro da vítima, o que configura feminicídio”, informou a PM.

O corpo de Aline Ribeiro foi encontrado por uma funcionária da casa, que foi até o local a pedido da mãe da policial, que estava estranhando a dificuldade de comunicação com a filha.

Aline entrou para a Polícia Militar de Pernambuco há menos de três anos. Ela deixa uma filha, de 5 anos.

Portal Correio 
Share:

Balanço Geral - Correio FM 98.1

Confira os principais destaques do dia!

Escute reportagem especial

Curta nosso trabalho no facebook

Mais notícias