segunda-feira, 3 de junho de 2019

Policial que matou homem e feriu idosa é afastado de atividades

O policial suspeito de atirar em duas pessoas no Centro de Campina Grande no sábado (1º), ao tentar deter um jovem suspeito de assalto, foi afastado das funções de rua nesta segunda-feira (3) e terá que responder por homicídio culposo. A informação foi repassada pelo capitão da Companhia de Policiamento de Trânsito (CPTran), Ralisson Andrade.

Conforme Ralisson, há cerca de dez anos que o policial atua na corporação, dos quais há dois está a cargo da CPTran. “Existem dois tipo de atividades, a operacional e a administrativa, agora ele vai atuar na administrativa, de forma que não irá mais para as ruas durante as investigações. Vai ser instaurado um procedimento para apuração do caso,” colocou.

O caso

Uma pessoa morreu e outra ficou ferida após serem baleadas por um policial militar à paisana, na Praça Clementino Procópio, no Centro de Campina Grande, na manhã do sábado (1º). O PM tentava impedir uma tentativa de assalto a usuários de ônibus.

Um adolescente de 17 anos é suspeito de praticar o crime e teria sido flagrado pelo policial, ao ser abordado ele ainda teria tentado atacar o PM com uma faca. O policial acabou reagindo com tiros, mas os disparos acabaram atingindo duas pessoas inocentes.

Um homem de 45 anos foi baleado no abdômen, enquanto uma idosa de 73 anos foi ferida na coxa. Os dois foram socorridos para o Hospital de Trauma de Campina Grande. Ele não resistiu e morreu. A mulher foi internada e passou por cirurgia.
Share:

Confira os principais destaques do dia!

Escute reportagem especial

Curta nosso trabalho no facebook

Mais notícias