Secretário critica impeachment e alerta deputados para responsabilidade política


O secretário de Articulação Política do Estado, deputado licenciado João Gonçalves, criticou o pedido de impeachment contra o governador João Azevêdo (Cidadania) proposto na sessão de abertura das atividades legislativas, nessa quarta-feira (06), pela da bancada de oposição.

Segundo o secretário, é preciso ter responsabilidade com o Estado, porque “entraram com um instrumento muito sério e não se pode fazer um pedido dessa natureza de forma aventada”.

“É preciso ter muita responsabilidade. A Paraíba vem se estabelecendo economicamente. O Estado tem tido apoio e foi o único no país que deu 5% aumento linear a todos os servidores. Não se pode querer fazer palanque político ou campanha com isso em cima do Estado”.

João Gonçalves argumentou que não há nenhum propósito para o pedido de impeachment.

“Impeachment para quê? Qual o fato determinado? Não tem fato determinado. O quê que se tem contra o governador? Ele não foi indiciado, não foi condenado, não foi ouvido, não há fatos para esse argumento”, avaliou.

Ele afirma que também é o caso do pedido de uma CPI da Calvário, se a Polícia Federal já vem cuidando do caso.

“Todos os instrumentos da justiça estão cuidando das investigações da Calvário. Não há necessidade dessa CPI”, atestou.
Reactions