sexta-feira, 31 de maio de 2019

Papo político

O recuo do PIB no primeiro trimestre. As novas manifestações contra os cortes na educação. O afago de Bolsonaro a Toffoli. E outras coisas mais.

O recuo do PIB

A recuperação da economia, que já era lenta após uma longa recessão, agora corre riscos. O Produto Interno Bruto do país recuou 0,2% nos três primeiros meses de 2019 na comparação com o último trimestre de 2018. Os dados foram divulgados ontem pelo IBGE. Este texto traz gráficos e análises sobre o tema. / Nexo

Os planos oficiais

Na tentativa de reaquecer a economia, Paulo Guedes afirmou ontem que o governo estuda liberar dinheiro de contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, o FGTS. A medida está condicionada, segundo o ministro do governo Jair Bolsonaro, à aprovação da reforma da Previdência no Congresso. / Folha

Os atos contra o governo

Estudantes, professores, movimentos sociais e sindicatos voltaram a protestar ontem contra corte de verbas na área da educação. É a segunda mobilização nacional em torno do tema. Este texto traz análises sobre os impactos da nova manifestação diante da atual conjuntura, em que grupos pró-governo também têm tomado as ruas. / Nexo

A reação do governo

Bolsonaro não se pronunciou sobre os protestos. Já o Ministério da Educação divulgou uma nota ontem na qual dizia que as escolas não podem incentivar protestos “político-partidários”. A nota estimulava a população a denunciar professores, funcionários e alunos que dessem tal incentivo. / Estadão

O guarda-chuva do ministro

Ministro da Educação, Abraham Weintraub divulgou ontem pela manhã um vídeo em que acusava a imprensa de divulgar “fake news” sobre cortes do MEC. O podcast “Durma com essa” resgata os valores de fato atingidos pelas medidas do governo. E explica como funciona o contingenciamento no Orçamento. / Nexo

O acordo de paz na Colômbia

A Justiça colombiana proibiu ontem que o presidente Iván Duque altere pontos importantes do acordo de paz celebrado com as Farc em 2016, do qual ele é crítico. Em outro revés para o governo, a Justiça libertou um ex-guerrilheiro acusado de tráfico de drogas. / O Globo

A sobretaxa nos EUA

Presidente dos EUA, Donald Trump anunciou ontem que vai taxar em até 25% todos os produtos importados do México, como retaliação pela imigração irregular. Presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador pediu diálogo e afirmou que problemas não se resolvem com impostos. / G1

O lado da Justiça

Presidente do Supremo, Dias Toffoli esteve ontem num evento no Planalto e ouviu o seguinte de Bolsonaro: “É muito bom nós termos aqui a Justiça ao nosso lado, ao lado do que é certo”. Na terça, os dois fecharam um pacto, junto com o Legislativo, em torno de uma agenda comum. / Estadão

O adiamento

Ainda ontem, Toffoli adiou dois julgamentos do Supremo que estavam programados para a próxima quarta-feira. Um envolve a descriminalização do uso e porte de drogas, o outro é sobre a criminalização da homofobia. / El País

Domínio da Índia

A plataforma de música indiana T-Series tem a maior quantidade de inscritos do YouTube: já são mais de 100 milhões. A popularidade dela foi impulsionada ainda mais pela disputa de audiência com um youtuber sueco sobre quem tem o maior canal do mundo. / Nexo

Os tapetes vermelhos

As fotografias reunidas na conta de Instagram NightOpening mostram celebridades que prestigiam estreias de cinema famosas, entre as décadas de 1990 e 2000. / Nexo

Share:

Confira os principais destaques do dia!

Escute reportagem especial

Curta nosso trabalho no facebook

Mais notícias