domingo, 18 de junho de 2017

Ao lado de Rômulo, presidente da Telebras fala sobre satélite brasileiro em Campina Grande

O presidente da Telebras, Antônio Loss, esteve sexta-feira (16) em Campina Grande, a convite do deputado federal Rômulo Gouveia (PSD). Durante a manhã, ele participou de reunião no Centro Tecnológico Telmo Araújo – Citta. Em pauta: a disponibilização de imagens do SGDC, Satélite Geoestacionário Brasileiro, lançado no mês passado, para entidades públicas e filantrópicas. À tarde o Presidente da Telebras visitou o departamento de Engenharia de Universidade Federal de Campina Grande.

Antonio destacou a expansão da rede de fibra ótica e da banda larga, além da implementação do serviço nas entidades filantrópicas e de cunho social, potencializando e agilizando as ações.

O deputado Rômulo Gouveia lembrou que os investimentos em tecnologias, através do satélite brasileiro, vai garantir independência do país e maior segurança nas informações brasileiras, além de ampliar a oferta de acesso a internet de qualidade.

O presidente da Telebras também esteve com a secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia, Francilene Garcia; com o Presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa da Paraíba, Claudio Benedito; com o Presidente da Associação Comercial, Marcos Procópio e com os secretários municipais: Andre Agra (Planejamento e Gestão), Dunga Júnior (Ciência E Tecnologia) e Eva Gouveia (Assistência Social).

Campina Grande é considerada um dos principais polos industriais do nordeste, bem como um dos maiores polos tecnológicos da América Latina. O município é, também, um importante centro universitário, contando com dezessete universidades e faculdades, sendo três delas públicas. É uma das cidades com proporcionalmente o maior número de doutores do Brasil, 1 para cada 590 habitantes, seis vezes a média nacional. Em um ranking da Revista Você S/A, Campina Grande aparece como uma das 100 melhores cidades para se trabalhar e fazer carreira do Brasil. Segundo “A Gazeta Mercantil” a cidade foi apontada como uma das 20 metrópoles brasileiras do futuro.
Share:

Curta nosso trabalho no facebook

Mais notícias