Deputado do PSB chama prefeito paraibano de traidor

O deputado estadual, Buba Germano (PSB) defendeu a permanência de Edvaldo Rosas, agora secretário de governo, na presidência da Executiva Estadual do PSB.

Porém, sugere ao presidente que retire da coligação que apoia o governador João Azevêdo, os ‘traíras’, cintando o prefeito do município de Picuí, o único eleito pelo PT, Olivânio Remígio.

Buba disse não comungar com alguns colegas que querem mudanças na direção e ressalta que é apenas um membro.

“Agora o que eu acho e vou pontuar aqui: é que não há necessidade, por conta das eleições municipais, alguns parlamentares trazerem traidores e opositores para dentro do governo. Eles deviam era deixar que as broncas fossem resolvidas em seus municípios, porque lá o cenário será modificado para 2022 quando se fará um mapeamento de quem estará com o governo”, destacou.

Segundo ele, o prefeito do município de Picuí é um dos que nunca cumpriu com nenhum compromisso partidário.

“Desde 2010 que ele trai o partido e nunca votou em Ricardo Coutinho e nem em João Azevêdo. Então, a gente precisa desse cidadão pAra quê no governo, se tem um deputado que deu a maior vitória da história do Curimataú? Eu não comungo com esse tipo de coisa. Os partidos deveriam acabar com essa hipocrisia na política”, declarou.

O deputado disse ainda que não se sente incomodado com Edvaldo Rosas e se isso ocorrer trocará de partido sem pestanejar.

“E olha que não sou de trocar de partido. Eu sou leal, correto, defensor do PSB na Paraíba e assim eu vou me comportar sempre dentro do partido. Eu não tenho nenhuma intenção nem de ser presidente e nem de sair do partido. Vou contribuir com o fortalecimento da legenda, porque me orgulho de fazer parte de um partido que transformou a vida dos paraibanos. Política, eu faço com P maiúsculo”, completou.

Reactions