terça-feira, 27 de agosto de 2019

PT quer lançar candidato a prefeito de Campina Grande

O presidente municipal do Partido dos Trabalhadores (PT), Márcio Caniello, em entrevista concedida à Rádio Caturité, na última segunda-feira (26) voltou a afirmar que a sigla buscará apresentar candidatura própria para a Prefeitura de Campina Grande.

Na entrevista, Caniello relembrou que última vez que o partido esteve frente ao município, foi no biênio 2002/2004, com a vice-prefeita Cozete Barbosa, que assumiu o cargo após a renúncia de Cássio Cunha Lima (PSDB), na época, eleito governador da Paraíba.

Além de frisar a importância do partido apresentar uma candidatura, o presidente municipal ainda disponibilizou seu nome como pré-candidato à prefeitura campinense.

“Já coloquei meu nome à disposição, assim como coloquei em 2012 e 2016. Seria incoerência minha não me colocar à disposição nessa conjuntura. Nós achamos que é importante que o partido, durante as eleições municipais, apresentem suas propostas para a população”, disse.

Em 2012, o PT lançou o então secretário Alexandre Almeida para o pleito municipal em chapa puro-sangue, sem êxito no resultado. Já em 2016 optou por apoiar a chapa liderada por Adriano Galdino (PSB) que teve Inácio Falcão (PCdoB) como candidato a vice. A possibilidade dos petistas seguirem ao lado do PSB também é tratada.

Na eleição presidencial de 2018, Fernando Haddad, candidato do partido apoiado por Lula, obteve 98.243 votos na Rainha da Borborema, contra 126.554 votos do primeiro colocado, Jair Bolsonaro (PSL).
Share:

Escute reportagem especial

Curta nosso trabalho no facebook