Ministério da Educação antecipa resultados do Enade

O Ministério da Educação antecipou em 10 dias a publicação dos resultados do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade). A antecipação agiliza a tramitação dos procedimentos de colação de grau nos cursos superiores avaliados em 2019.
Os relatórios de estudantes em situação regular junto ao Enade 2019 devem ser acessados pelos coordenadores de curso pelo Sistema Enade, mantido pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).
Fazer a prova ou justificar a ausência no Enade é obrigatório. O Inep antecipou para esta terça-feira (24) o início do período para justificativa a não feitura da prova.
Conforme nota do instituto, “os estudantes inscritos na condição de concluintes e que não compareceram ao exame por ocorrências de ordem pessoal ou compromissos profissionais devem fazer a solicitação de dispensa da prova, via Sistema Enade, para o coordenador de seu curso. O período para justificativa de ausência vai até 5 de fevereiro de 2020.”
No mesmo período, as instituições de ensino superior também poderão apresentar “solicitações de dispensa em casos de ausência do estudante devido a compromissos acadêmicos vinculados ao curso avaliado pelo Enade ou por atos de responsabilidade da instituição.” Os pedidos serão analisados pelo Inep.
O Enade foi criado em 2004 em substituição ao Exame Nacional de Cursos (Provão), estabelecido em 1996. O exame avalia o desempenho dos concluintes dos cursos de graduação em uma prova com os conteúdos programáticos descritos nas diretrizes curriculares dos cursos. A prova mensura atualização, conhecimento adquirido, competências e habilidades necessárias ao aprofundamento da formação geral e profissional.
Neste ano, 1,2 milhão de estudantes se inscreveram para fazer o Enade. Os alunos avaliados eram vinculados a 8 mil cursos em todo o Brasil de 29 áreas de conhecimento: agronomia; arquitetura e urbanismo; biomedicina; educação física; enfermagem; engenharia ambiental; engenharia civil; engenharia de alimentos; engenharia de computação; engenharia de produção; engenharia de controle e automação; engenharia elétrica; engenharia florestal; engenharia mecânica; engenharia química; farmácia; fisioterapia; fonoaudiologia; medicina; medicina veterinária; nutrição; odontologia; e zootecnia.
Os cursos que oferecem o grau de tecnólogo são os seguintes: tecnologia em agronegócio; tecnologia em estética e cosmética; tecnologia em gestão ambiental; tecnologia em gestão hospitalar; tecnologia em radiologia; e tecnologia em segurança no trabalho.
De acordo com o cronograma do instituto, em 2020 deverão participar do Enade estudantes dos cursos de bacharelado ou licenciatura de ciências biológicas; ciências exatas e da terra; linguística, letras e artes e áreas afins. Também serão aplicados exames nos cursos de ciências humanas e de saúde. Além desses, os estudantes de cursos superiores de tecnologia nas áreas de controle e processos industriais, informação e comunicação, infraestrutura e produção industrial.
Portal Correio
Reactions