Se você não pegar os R$ 998 do FGTS até 31/3, o dinheiro volta para o fundo

Quem ainda não fez o saque de até R$ 998 do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) tem até 31 de março para resgatar o dinheiro. Se não fizer, ele irá permanecer no fundo de garantia, podendo ser retirado apenas em algumas situações, como na compra da casa própria ou na aposentadoria.
O saque imediato, como é chamado, começou a ser liberado em setembro, em levas, de acordo com o mês de aniversário do trabalhador. Agora, ele já está disponível para todos que têm direito e ainda não pegaram o dinheiro.

Quanto é possível sacar?

Os trabalhadores podem sacar até R$ 500 ou até R$ 998. Esses limites são para cada conta do fundo de garantia, seja ativa (do emprego atual) ou inativa (de empregos antigos).
O que determina se poderá retirar R$ 500 ou R$ 998 é quanto dinheiro havia na conta do trabalhador no dia 24 de julho de 2019, quando a medida provisória que liberou o dinheiro começou a valer.
Se tinha até um salário mínimo (R$ 998) na conta, pode sacar o valor todo que estava nela. Caso tinha mais do que um salário mínimo, pode sacar no máximo R$ 500 por conta.
Esse limite maior, de até R$ 998, começou a valer em dezembro. Como muitas pessoas já tinham sacado R$ 500, é possível que elas tenham um valor adicional para retirar, de até R$ 498.
Entenda quem tem adicional para sacar:
  • Quem tinha até R$ 998 na conta em 24/7 e já sacou R$ 500: pode sacar até R$ 498 a mais por conta
  • Quem tinha até R$ 998 na conta em 24/7 e NÃO sacou R$ 500: pode sacar até R$ 998 por conta
  • Quem tinha mais do que R$ 998 na conta em 24/7 e já sacou R$ 500: não pode sacar mais nada
  • Quem tinha mais do que R$ 998 na conta em 24/7 e NÃO sacou nada: pode sacar até R$ 500 por conta


  • Polêmica Paraíba
Reactions