Campina adia início do ano letivo na rede municipal de ensino

O início das aulas na rede municipal de ensino de Campina Grande foi adiado. A data prevista era 10 de fevereiro, mas nesta terça-feira (4), a prefeitura informou que redefiniu o cronograma para o dia 17 em razão de “ajustes para garantir a regularidade das atividades nas unidades educacionais”.
De acordo com o secretário de Educação, Rodolfo Gaudêncio, antes de iniciar as aulas, a Secretaria precisou realizar a adequação ao novo procedimento da modalidade licitatória de “pregão eletrônico”; equipar as três creches e duas escolas no Complexo Habitacional Aluízio Campos; além de outros ajustes pontuais nas demais escolas e creches.
Ainda conforme o secretário, a decisão de iniciar o ano letivo no dia 17 de fevereiro e não mais no dia 10 do mesmo mês não implicará no descumprimento do art. 22 da Lei de Diretrizes e Bases (LDB), que estabelece o cumprimento total de 200 dias letivos ao longo do ano.
O ano letivo de 2020, terá como novidade o início do funcionamento das três creches e duas escolas no Complexo Habitacional Aluízio Campos, o que gerou mais de 2 mil novas vagas no Sistema Municipal de Ensino.
Além disso, também entrará em funcionamento uma nova creche em tempo integral localizada na comunidade do Catolé de Zé Ferreira. A unidade vai atender a cerca de 230 crianças.
Portal Correio
Reactions