Médica do PSF de Salgadinho teria recusado atendimento a idosa

Uma médica do PSF de São José da Batalha no município de Salgadinho, teria recusado atendimento a uma senhora de 64 anos por estar próximo ao seu horário de almoço.

Segundo a paciente, Dona Fátima Medeiros procurou o atendimento na unidade de saúde por volta das 11:30h da manhã desta quarta-feira (27) com queixas de dores nas costas, desconforto no estômago, falta de força no braço esquerdo e com pressão alta. 

Ao chegar no PSF a médica responsável pelo atendimento teria saído para aquecer seu almoço dentro do seu horário de expediente e não retornou para realizar os procedimentos na paciente.

Em contato com a nossa reportagem, Dona Fátima fez um apelo pela humanização do atendimento a população do município de Salgadinho, pelos profissionais do PSF.

"Estou passando por um momento crítico há mais de setenta dias, isolada em casa. Sou hipertensa e tive medo de estar passando por um infarto ou AVC. Eu não estava pedindo um favor, sou gente e cidadã Salgadinhense, dediquei minha vida trabalhando por minha terra. Eu tinha o direito de ser atendida." Disse a idosa.

Nossa equipe procurou o Prefeito de Salgadinho, Marcos Alves para esclarecimentos. Em resposta, o gestor disse ter tomado conhecimento do caso através das redes sociais e solicitou de imediato que a secretaria de saúde averiguasse e tomasse as medidas cabíveis, caso comprove que a conduta da médica não cumpriu a sua missão como profissional que deve ser pelo bem da vida da população. 

"A orientação da gestão é pelo bom trato a população." Afirmou o prefeito. 

Reactions