Notícia da hora

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Salgadinho: Luciano diz que negar o nome do ex-prefeito Djalma Morais durante comemoração cívica foi uma atitude pequena - Saiba mais

O ex-prefeito de Salgadinho Luciano Morais da Silva, que governou o município por duas vezes entre os anos (1997 a 2012), disse a reportagem do portal www.lazarofarias.com.br , que a atual gestão municipal agiu de forma pequena, ao negar o nome do pai dele, durante festividade alusiva a independência do Brasil.

Segundo Luciano, o nome do ex-prefeito Djalma Morais da Silva, que sempre foi lembrado através do estandarte da Fanfarra Municipal, em 2017 foi negado, por conta da política partidária. 

"Negar o nome do meu pai, numa fanfarra que tem o nome dele, foi negar a própria história. Djalma Morais, de saudosa memória, foi um homem íntegro, escolhido pelo povo de Salgadinho, para conduzir os caminhos da nossa terra na condição de prefeito, por várias vezes. Por isso é o campeão de mandatos". 


Estandarte 2017.

Ele afirmou que pelo serviço de som, também não houve referência, "mesmo quando algumas escolas exibiram imagens ou cartazes fazendo referência ao meu pai, o serviço de som não registrava. A ação foi uma tentativa do governo, de negar não apenas o nome, mas a memória inesquecível do ex-prefeito Djalma e da família Morais". Pontuou.


Luciano Morais, ressaltou que repudia a atitude, e que a família mesmo sabendo que o grande legado deixado por Djalma, jamais será esquecido, se sentiu profundamente desrespeitada.

"Espero que o governo de Salgadinho, seja capaz de respeitar os que lutaram a vida toda por essa terra, e hoje descansam na eternidade". Finalizou. 

www.lazarofarias.com.br
  
Share:

Curta Prefeitura de Assunção

Dicas de Saúde

O Brasil é destaque aqui